Vassouras

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Conectando com Deuses Brasileiros

 

Eu e meu amigo Alan a tempos queríamos trabalhar deuses brasileiros. Eis que chegou a hora. Ele me deu uma panela de barro, e fazer o Tucunaré a Maní para mim foi um tremendo desafio, pois daquele prato eu conhecia apenas 3 dos 7 elementos, panela não inclusa. Seguem as receitas.

imagesA mitologia Guarani, assim como a maioria das mitologias primitivas, tem deuses muito intensos, ligados ao bem e ao mal de forma muito direta. Jasy Jatere é um dos sete filhos de Tau (o Mal) e a índia Kerana, é um dos únicos deuses que não é um monstro. É representado como uma criança branca de olhos azuis de uns 7 anos, que anda sempre com um cajado. Jasy Jatere significa “pedaço de lua”, o que explica a cor de sua pele e olhos tão diferente dos índios. Seu papel é proteger a erva mate, e levar todas as crianças que dormem depois do almoço para o mundo dos sonhos, onde eles irão brincar até que acordem. Essa é a parte boa. A parte ruim é que quem não dorme ele sequestra e leva seu irmão canibal, o Ao Ao. O cajado do Jasy Jatere é mágico, e quem conseguir pegá-lo tem direito a um desejo.

A receita que fizemos de entrada é uma homenagem ao mundo dos sonhos do Jasy. Sempre lembrando que a brincadeira principal é captura-lo e conseguir seu cajado.

Esse deus é o que deu origem ao mito do Saci Pererê.

Banana de Sonho

Ingredientes:

Alho poró197

Pimentão vermelho e pimentão amarelo

Repolho

Bacon fatiado

Bananas

Sal

Pimenta

Erva mate

Mel

 

Corte as bananas em fatias grossas. Enrole-as com o bacon e prenda com um palito de dente. Faça umas 20 desses enrolados.

Corte o alho poró em tiras grandes, e faça uma rede com eles. Use sua imaginação, mas se não quiser capturar o Jasy, então não precisa da rede.

Pegue uma bandeja e forre o interior com a erva mate, que irá defumar os outros ingredientes. Faça com papel alumínio uma outra assadeira menor, pra encaixar na assadeira maior, e coloque a rede de alho poró dentro dela. Em cima do alho poró coloque os enrolados de bacon e banana, depois espalhe os pimentões e o repolho cortado em pedaços grandes por cima de tudo. Jogue sal e pimenta. Cubra a assadeira com outro papel alumínio e coloque no forno por meia hora.

Depois de meia hora, veja se o bacon está pronto. Se já estiver, ótimo. Se não estiver, retire somente os enrolados e coloque em outra assadeira, depois no forno até que fique pronto. Retire os pimentões, o alho poró e o repolho que já estão assados e reserve. Ferva a bandeja falsa de papel alumínio para retirar o caramelizado, que será o molho desse prato. Bata todo o caramelizado (obviamente sem o papel alumínio) com mel, tempere com pimenta e quaisquer outros temperos que preferir. Junte tudo e está pronto.

mandioca3Um belo dia, uma índia de uma tribo da Amazônia apareceu grávida. O pai da moça queria saber quem era o pai da criança, mas a moça nunca contava. Então Tupã apareceu para o pai num sonho e disse que a criança seria um presente pra ele (Tupã é o raio, que é o modo com que o deus Ñamandu se comunica com seus filhos). Então nasceu uma criança, de nome Maní, e todos gostavam dela. Mas ela morreu depois de um ano, e a tribo começou a regar todos os dias sua sepultura, até que nasceu uma planta, e sua raiz, onde Maní estava enterrada, é a oca de Maní, ou Manioca (mandioca). Até hoje a mandioca é usada como base alimentar de índios e de muitos outros brasileiros.

Tucunaré a Maní

Ingredientes:

· 1 cebola media cortada em cubos

· 1 talo de alho-poró (parte branca)204

· Azeite de dendê

· 1 pacote de filé de tucunaré

· 3 mandiocas fervidas

· 2 vidros de leite de coco

· Tempero cajun.

Modo de preparo:

Se tiver uma panela de barro, melhor. Numa panela cozinhe o azeite de dendê com a cebola e o alho-poró até ficar transparente. Em seguida monte na panela o filé de tucunaré já temperado com sal e pimenta e a mandioca cozida. Acrescente o leite de coco e o tempero cajun, deixe a fogo lento a + ou – 1 hora ou até o molho ficar meio rosado. Sirva a seguir. Consagre a deusa da terra Maní.

Açaí a Moda da Roça

Sobremesa:

Açaí211

Leite condensado

Bolachas

Banana da terra e figos cortados

Açúcar

Mel

Água

 

Coloque o açúcar e o mel no fogo e espere derreter. Depois que estiver derretido, jogue água. Ele vai cristalizar, então espere derreter novamente. Quando estiver totalmente diluído, jogue a banana e o figo cortado, mexa um pouco até o açúcar grudar nas frutas, mas não até perder a característica das frutas. Reserve até esfriar um pouco. Num pilão, amasse as bolachas (qualquer uma funciona, mas aquelas sem recheio são melhores) até transformá-las numa farofa.

Numa tigela pequena, coloque o açaí congelado, jogue leite condensado por cima, depois o caldo de bananas com figos e por último a farofa. Está pronto.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Comidas para Bast, Ísis e Hécate

 

Minha grande amiga veio em casa e Bast, Ísis e Hécate são as deusas dela. Para entrar em contato, fizemos este banquete homenageando as três deusas.

Manjubas para Bast

Ingredientes:

· Uma bandeja de manjubas

· Sal e pimenta moída na hora001

· Vinho branco

· Limão

Molho de Alho:

· 1 alho amassado

· Maionese

· Sal e pimenta moída na hora

· Endro

· Noz moscada

Modo de Preparo:

Tempere as manjubas com todos os ingredientes e deixe alguns minutos. Depois, frite-as em óleo quente.

Molho de Alho:

Num processador misture o alho, a maionese, o sal e a pimenta. Jogue por cima o endro e a noz moscada.

Cestinhas de Dona Hécate

Ingredientes:

· 300 gr. carne moída

· ½ cebola roxa picada006

· 1 alho picado

· Tremoço a gosto

· Azeitonas pretas cortadas

· Catupiry

· Parmesão ralado

· Cestinhas de massa

Modo de Preparo:

Frite o alho e a cebola picados. Quando estiverem dourados, acrescente a carne moída e frite até que saia toda a água. Depois, coloque o tremoço e as azeitonas. Tempere com sal e pimenta. Nos cestinhos coloque catupiry, a carne e o parmesão. Coloque num forno pré-aquecido a 180° C até que o parmesão derreta. E sirva a seguir.

Macarrão Asas de Ísis

Ingredientes:

  • 300 gr. fetuccine
  • Óleo
  • Sal 011

Molho Asa de Isis:

  • 300 gr. de camarão
  • 1 vidro creme de leite fresco
  • 1 limão (suco e raspas)
  • 1 colher (sopa) maisena num copo de leite
  • Salsinha
  • Sal e pimenta moída na hora

Modo de Preparo:

Cozinhe o fetuccine conforme embalagem com óleo e sal e reserve.

Molho Asa de Isis:

Frite os camarões até ficarem rosados, acrescente as raspas e suco de limão, o creme de leite, sal e pimenta. Para engrossar coloque a mistura de leite e maisena. Sirva com o fettucine e honre a grande mãe Isis.

Brigadeiro de Paçoca

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado 024
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 5 paçocas (tipo rolha) amassadas

Modo de Preparo:

Misture tudo e vá mexendo até que desgrude da panela. Deixe esfriar.

Depois coloque manteiga nas mãos, como se fosse um hidratante. E amasse outras paçocas numa tigela. Vá pegando uma colher, pouquinho por pouquinho, faça bolinhos com as mãos e enrole nas paçocas amassadas. Pronto? Entregue à Deusa e mande bala.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Sekhmet: a urgência de viver

 

A raiva na nossa sociedade atual é visto como algo censurável. Na verdade, é um sentimento que merece respeito como qualquer outro. Pensando nisso fizemos um almoço em honra a Sekhmet.

Sekhmet 3Conhecida também como Sekhmet, Sachmet, Sakhet, Sekmet ou Sakhmet (“a poderosa”) é a Deusa da vingança e das doenças. Sua imagem é uma mulher com véu e cabeça de leão. É considerada a patrona dos médicos, pois cura os males que ela mesma envia. É casada com Ptah (deus construtor) e tem um filho, Nefertem (deus do perfume). Muito cultuada na cidade de Mênfis, no Antigo Egito.

Um dia Rá enviou Sekhmet para castigasse a humanidade por sua desobediência. Sekhmet executou com tanta fúria que Rá para contê-la teve que embebedá-la com vinho e, em algumas versões, uma mistura de cerveja com romã para parecer com sangue. Então ela adormeceu e Rá a recolheu.

Então pensando em carne e cerveja nosso cardápio foi o seguinte: Carne Louca, Porco com Geleia de Pimenta e Brigadeiro de cerveja. Percebemos que esta deusa tem uma urgência de viver. Além de adorar uma presa.

Salsichas do Nilo

Compramos salsichas sem saber muito bem o que fazer com elas. Como não cabia no prato principal, resolvemos fazer uma pré-entrada, para comermos durante a preparação da comida. Muito simples, mas fica ótimo.

Ingredientes:025

· Salsichas alemãs de porco

· Mostarda Dijon

· Pimenta vermelha fresca picada sem sementes

· Queijo gorgonzola

· Noz Moscada

· Azeite

Preparo:

Esquente uma chapa de ferro. Quando estiver bem quente, corte a salsicha em rodelas e coloque para grelhar. Vire depois de alguns minutos para criar uma crosta dos dois lados. Depois de pronta, monte dessa forma: primeiro a salsicha, passe por cima mostarda Dijon, encaixe uma lasca de queijo grudada na mostarda, salpique a pimenta, a noz moscada, e por último regue com azeite.

Carne Louca

Ingredientes:

· 400 gr de fraldinha

· 150 ml cerveja preta029

· 2 folhas de louro

· 2 colheres (sopa) cerveja preta

· 2 colheres (sopa) vinagre de vinho tinto

· ½ cebola roxa cortada em fatias finas

· ½ pimentão amarelo cortadas em fatias finas

· ½ pimentão vermelho cortadas em fatias finas

· 3 cogumelos in natura cortados em fatias finas

Modo de Preparo:

Corte a fraldinha em três partes e sele numa panela com azeite. Retorne a panela coloque a cerveja em seguida coloque a agua e as folhas de louro e deixe ferver em fogo baixo por 1 ½ hora.

Enquanto isso corte a cebola, os pimentões e os cogumelos. Coloque numa frigideira a cebola e os pimentões até cozinharem. Em seguida junte os cogumelos. Coloque numa vasilha os legumes mais a cerveja e o vinagre.

Quando a carne cozinhar, espere esfriar e desfie. Junte com os legumes e teste o sal. Sirva com pão.

Caça pra leoa

A receita original que nós criamos é a que vai abaixo. Na hora do preparo, fizemos algumas modificações pontuais. Esteja livre pra faze-las também!

Ingredientes:

· Uma peça de lombo de porco cortado em mantas

· 2 Limões032

· 3 Cebolas roxas

· Azeite e manteiga pra fritar

· Meia garrafa de cerveja preta (beba o resto!)

· Pimenta

· Noz Moscada

· Sal

· Geleia de pimenta

· Queijo Gorgonzola

Preparo:

Deixe as mantas marinando no suco dos dois limões e no sal por algumas horas. Frite em uma panela as cebolas picadas, com o azeite e a manteiga. Frite também a pimenta. Jogue a cerveja e deixe reduzir até a metade. Depois coloque as mantas na cerveja, a noz moscada, e ferva, jogue também um pouco de água caso precise para cobrir toda a carne. Depois de uns 20 minutos, retire os pedaços de manta e coloque numa chapa bem quente, para grelhar. Se tiver aquelas grelhas de forno, melhor. Se for uma churrasqueira, mais perfeito ainda, desde que o fogo esteja bem alto. Não jogue aquela água com cerveja fora, pois ela será utilizada depois, deixe-a no fogo reduzindo. Depois que os lombos estiverem tostados e a cerveja com pimenta reduzida, já pode montar da seguinte forma: coloque a manta, cubra ela com a redução da cerveja (que estará bem forte, então cuidado!), depois coloque fatias do queijo e por último, em cima do queijo, passe a geléia de pimenta. Está pronto.

Sekhmet Encantada

Brigadeiro de Cerveja:

· 1 lata de leite condensado

· 150 ml de cerveja clara048

· 1 colher (sopa) manteiga

Para o doce:

· 1 colher (sopa) nutella para cada vasilha pequena

· 1 colher (sopa) licor de café para cada vasilha pequena

Modo de Preparo:

Numa panela junte a cerveja, o leite condensado e a manteiga. Misture até ficar no ponto de brigadeiro de colher, mais mole que o ponto de brigadeiro.

Em vasilha pequenas coloque 1 colher de sopa de nutella e 1 colher de 1 sopa de licor de café em cada uma. Em seguida coloque o brigadeiro de cerveja. Sirva gelado.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Comemoração de Ostara

 

9824fa3515_42937424_o2Ostara, a nossa linda Primavera, comemorada no dia 21 de Setembro no hemisfério Sul e 21 de Março no Hemisfério Norte. Relacionada as deusas Ostara (deusa alemã da fertilidade) e Eostre (deusa saxônica da fertilidade), época de cultivarmos a ressurreição e o renascimento, representados pelo coelho. Os ovos são sempre usados para decoração e como alimento. O ato de colorir e pintar ovos é mais antigo que se possa imaginar. No Leste europeu, os ortodoxos transformavam ovos em obras de arte. Eduardo I da Inglaterra presenteava seus súditos preferidos com ovos banhados a ouro. Luís XIV da França foi o precursor de se fazer ovos artificiais, de madeira, porcelana ou metal, alegrando os presenteados. Estas tradições inspiraram Carl Farbergé na criação dos valiosos Ovos Fabergé. Usamos flores, velas com as cores verde, amarelo e branco. Neste sabbat resolvemos usar capuchinha, a florzinha comestível da moda e ovos. O cardápio foi Spring Eggs (versão primaveril do Devil Eggs), Pernil com várias flores e mel e para encerrar um Creme de Ovos.

Spring Eggs

Ingredientes:

· 8 ovos

· 1 limão

· Flores de chá020

· Água

Recheio:

· 8 gemas cozidas

· Maionese

· 1 colher (chá) mostarda Dijon

· 1 colher (chá) mel

· Sal e pimenta moída na hora

Modo de Preparo:

Cozinhe os 8 ovos com flores de chá, 1 limão cortado ao meio para não manchar a panela. Quando começar a ferver, tampe a panela e cozinhe por 30 minutos. Depois descasque, espere os ovos esfriarem e reserve.

Recheio

Corte os ovos ao meio, reserve as claras e retire as gemas cozidas. Junte todas as gemas numa tigela com a mostarda, mel, sal e pimenta. Amasse as gemas e misture bem com a maionese. Coloque o resultado num saco de confeiteiro e recheie as claras cozidas cortadas ao meio.

Pernil de primavera

Esse prato ainda está em estudos. Aqui nós testamos não só temperos, mas perfumes, por isso a grande quantidade de temperos.

Ingredientes:

· Uma peça de pernil

· Um maço de alecrim

· Chá de camomila

· Anis estrelado027

· Alho

· Noz Moscada

· Bastante mel

· Pimenta fresca sem sementes (lembre-se que queremos apenas os aromas, não o ardido)

· Flor de sal

Para o recheio do pernil:

· Cogumelos shiitake

· Queijo brie

· Manteiga

Modo de Preparo:

Refogue os cogumelos na manteiga, espere a água evaporar. Quando esfriar um pouco, misture com o queijo brie picado. Depois, num socador, moa o anis estrelado, a flor de sal, a pimenta, o alho, a noz moscada já em pó, e por último coloque o mel. Corte no pernil duas cavidades, a partir do meio e indo para as beiradas, como se fossem dois bolsos, onde ficará o recheio. Passe todo o mel com temperos no pernil, besuntando-o por completo, inclusive nos bolsos. Depois recheie os bolsos do pernil com o cogumelo e o queijo. Antes de colocar na assadeira, pegue os ramos de alecrim inteiros e coloque em volta da peça de pernil, grudado a ela com o mel. Aconselhamos até mesmo amarrar o alecrim com linhas, caso você tenha. Em volta da bandeja, coloque o chá de camomila, que vai deixar tudo ainda mais aromático. Asse por 1 horas e meia coberto por um papel alumínio, e depois mais meia hora sem o papel.

Creme de Ovos

Ingredientes:

· 3 ovos

· 75 g de açúcar041

· 1 colher (chá) essência de baunilha ou pasta de baunilha

· 300 ml de creme de leite fresco

· 150 ml de leite

· Noz-moscada ralada na hora para polvilhar

Modo de Preparo:

1. Coloque os ovos, o açúcar e a essência ou pasta de baunilha numa tigela e misture. Esquente o creme de leite em uma panela, mas não deixe ferver. Despeje a mistura sobre os ovos, mexendo bem. Passe por uma peneira e coloque num recipiente.

2. Coloque a mistura em um refratário raso com capacidade para 750 ml ou em 6 tigelas individuais de 150 ml e polvilhe com noz-moscada.

3. Coloque num refratário ou as tigelas individuais em uma assadeira e preencha até 1,5 cm de altura da assadeira com agua fervente. Transfira com cuidado para o forno pré-aquecido a 150°C e asse em banho-maria até que fique firme, pode levar uns 40 minutos. Espere esfriar e sirva. Se quiser coloque mel e flores como capuchinhas.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Odisséia de Odisseu

 

Minha lembrança mais antiga de quando quis virar pagã foi durante uma aula na escola sobre como os gregos viviam. Claro que a história que a professora usava para nos prender a atenção era a Odisséia de Homero. Foi meu primeiro contato com os deuses e heróis gregos.

Homero descreve as aventuras da Guerra de Tróia em Ilídia, e o retorno de Odisseu para sua volta pra casa na Odisséia. A história resumida: Tíndaro queria casar sua filha, Helena, e escolheu Menelau O-CANTO-DAS-SEREIAScomo genro. Com o sequestro de Helena, Odisseu foi chamado, e lá se tornou um herói, tendo até mesmo ajudado a construir o Cavalo de Tróia. Acabada a guerra, Odisseu é papel principal no segundo livro,  que conta as aventuras de seu longo retorno para Ítaca, ilha grega em que ele era rei. Um dos trechos mais marcantes é quando as sereias, com seu canto doce, tentam seduzir os marinheiros, que não morerram afogados porque Odisseu astutamente coloca cera nos ouvidos de seus marujos para que não ouvissem e nem se seduzissem, e se amarra no mastro, sem cera, porque não ia querer perder o show de sedução das sereias. Penélope espera Odisseu fielmente, mais seu pai insiste tanto que se casasse novamente que ela resolve se casar, mas que esperassem ela terminar uma peça de seu tear. Para adiar o máximo possível o acontecimento, toda noite ela desfazia em segredo o seu trabalho, para assim dar tempo para seu amado marido regressar. Odisseu retorna para casa, disfarçado de mendigo, e seu cachorro é o único a reconhecer. Finalmente ele mata os pretendentes de sua amada e volta a reinar em sua cidade.

Fizemos então um pequeno banquete: de entrada, barquetes em formato de concha com uma mistura de camarão, honrando as sereias. De prato principal uma torta irlandesa representando o Cavalo de Tróia. E para encerrar, um flan  representando a tecelagem de Penépole.

Barquete Encanto das Sereias

Ingredientes:

· 1 pacote de barquetes

· 1 pacote de camarão descascado e congelado (400 gr)sereias

· ½ cebola roxa

· ¼ vidro de leite de coco

· 1 vidro maionese

· Sal e pimenta do reino moída na hora

· Vinho branco ou espumante glam

Modo de Preparo:

Separe uns 10 camarões inteiros e cozinhe na manteiga até dourar. Reserve.

Numa panela cozinhe a cebola roxa picada, acrescente o camarão picado até dourar, coloque o espumante ou vinho branco, leite de coco e o sal e pimenta. Espere diminuir o liquido.

Numa vasilha misture o liquido e a maionese até formar uma pasta (um pouco mais mole que a maionese). Coloque nas barquetes com os camarões em cima. Consagre as sereias.

Torta Cavalo de Tróia

Ingredientes:

· 1 pacote de massa folhada 008

· 1 pacote de carne moída

· 1 batata com casca

· 1 cebola 

· 4 dentes de alho

· Manteiga

· Sal

· Pimentas cavalo

· Nos moscada

· 1 pacote de bacon

· ½ bandeja de cogumelos paris

· 1 garrafa de cerveja preta

· 1 gema de ovo com agua para untar

· Farinha de trigo para trabalhar com a massa

Modo de Preparo:

Abra a massa, com ajuda da farinha para não grudar, enforme a bandeja untada na manteiga e farinha.

Corte as batatas em cubinhos e doure na manteiga com sal. Reserve em um pirex.

Na mesma panela, jogue metade da carne moída e bacon e espere fritar. Jogue depois a cebola picada, o alho e os temperos. Depois que ficar pronto, reserve no mesmo pirex das batatas. 

Na mesma panela, ferva a cerveja até reduzir pela metade. Quando reduzir, jogue a carne com as batatas na redução e espere evaporar. Em outra panela, jogue os cogumelos picados na manteiga. Ele irá soltar agua. Espere essa agua evaporar.

A carne com a batata e a cerveja e os cogumelos serão os recheios da torta. Coloque-as na assadeira com a massa e tampe com mais massa.

Pincele tudo com o ovo misturado agua para que fique dourado depois de assado.

Coloque no forno pré-aquecido por mais ou menos uma hora, ou até a massa dourar.

Mousse Espera de Penélope

Ingredientes:

· 1 lata de leite condensado

· 1 lata de creme de leite

· 3 colheres (sopa) água de flor de laranjeira002

· 1 pacote de gelatina sem sabor

· 5 colheres (sopa) água gelada

Cobertura Novelo:

  • Mel
  • Agua flor de laranjeira
  • Endro

Modo de Preparo:

Num copo coloque a gelatina sem sabor com 5 colheres de água gelada, misture bem. Leve no micro-ondas por 15 segundos e reserve. Num liquidificador coloque o leite condensado, o creme de leite e a flor de laranjeira e bata bem. Junte a gelatina e bata mais um pouco. Coloque numa vasilha untada com água gelatina e leve na geladeira. Deixei por 3 dias.

Cobertura Novelo:

Junte a agua de flor de laranjeira, o mel e o endro e cozinhe até formar uma calda.

Coloque na mousse e sirva a seguir.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Jornada de Orfeu

 

Meu amigo estava frustrado e resolvemos trabalhar com a frustação como o todo. Então veio o nome do semi-deus Orfeu. Orfeu, filho da musa Calíope e do deus Apolo, que lhe deu uma lira. Sendo um dos argonautas a pedido de Jasão em busca do Tosão de Ouro, que na viagem de volta com o som de sua lira silenciou o canto das sereias, responsável por naufrágio de inúmeras embarcações.

Orfeu apaixona-se perdidamente por Eurídice e casa-se com ela. Até que um apicultor Aristeu tenta seduzi-la fugindo de suas investidas, ela tropeça numa serpente que a morde a mata. Transtornado Orfeu[1]de dor, Orfeu vai descendo ao Submundo. Primeiro convence Caronte, o barqueiro a leva-lo vivo ao Rio Estinge. Em seguida adormece o feroz Cérbero, cão de três cabeças que guarda os portões. Enquanto passa pelo Hades o toque de sua lira alivia a dor dos condenados e domina monstros.

Finalmente Orfeu chega ao Palácio de Hades e cara a cara com o deus do submundo conta sua triste estória. Comovida Perséfone, convence o marido a libertar Eurídice. Hades deixa com apenas uma condição Orfeu jamais poderia olhar para trás até que sua esposa estivesse sob a luz do sol.

Orfeu parte pela trilha íngreme tocando músicas alegres e que celebravam a vida, para encaminhar a sombra de Eurídice. Até que por um momento de insegurança se vira para se certificar se Eurídice o estava seguindo. Por um segundo ele vê sua amada esposa, saindo do túnel escuro, perto da vida outra vez. Então ela vira um fantasma e volta ao reino dos mortos. Orfeu fica sete dias a margem do rio, sem comer e sem dormir, suplicando a volta de Eurídice.

Salmão representa muito o submundo então foi usado mel (representando o apicultor Aristeu) e mostarda com farinha e ervas. Para acompanhar berinjela, abobrinha temperados com um tempero Cajun (tempero de New Orleans, berço do Blues). De sobremesa fizemos um docinho em homenagem a doçura de Eurídice, como romã é um elemento do submundo fizemos uma mousse e para acompanhar um caramelo com aceto balsâmico.

Eurídice Enterrada

Ingredientes:

· 1 salmão com pele (500 grs.)

· Mostarda Dijon013

· Mel

· 1 colher (sobremesa) manteiga

· Farinha de rosca

· Orégano e Tomilho frescos

· Queijo Fresco (queijo farinhento)

· Sal e pimenta moída na hora

Modo de Preparo:

Numa vasilha misture a mostarda, o mel e a manteiga. Reserve.

Num processador misture a farinha, o tomilho, o orégano e o queijo. Reserve.

Lave o salmão e tempere com sal e pimenta. No lado da pele passe a mistura de mostarda. Coloque numa assadeira com papel alumínio e azeite o salmão. Coloque a mistura de mostarda e em seguida a mistura de farinha. Deixe no forno a 180º C por mais ou menos 20 minutos ou até ficar rosado por dentro. Sirva a seguir.

 

Ratatouille de Orfeu

Ingredientes:

  • Azeite.
  • Manteiga. 016
  • 4 dentes de alho.
  • 1 cebola.
  • 2 colheres de sopa do tempero Cajun da Bombain
  • 1 cogumelo paris máximo, aqueles gigantes.
  • 1 berinjela.
  • 1 abobrinha italiana.
  • 1\2 pimentão vermelho, 1\2 do verde e 1\2 do amarelo.
  • 2 tomates.
  • Ramos de tomilho e orégano.

Modo de Preparo:

Numa wok, esquente o azeite e jogue as berinjelas. Deixe fritando por 3 ou 4 minutos, depois adicione o alho picado, a cebola picada e depois a manteiga. Deixe fritando, depois adicione o cogumelo paris picado também. Espere o cogumelo soltar um pouco de água, depois jogue o tomate picado, depois a abobrinha, e por último os pimentões cortados. Coloque o tempeiro cajun e depois os ramos de tomilho e orégano, e deixe tudo fervendo por uns 20 minutos, mexendo às vezes. Não precisa secar completamente. Depois retire os ramos de tomilho e orégano e sirva.

Mousse Eurídice no Submundo

Ingredientes:

· 1 lata de leite condensado

· 1 lata de creme de leite019

· Sementes de romã

· 1 pacote de gelatina sem sabor

Calda de Aceto Balsâmico

· 100 ml de aceto balsâmico

· 100 grs. Açúcar

· 1 colher (sobremesa) de baunilha

· 1 colher (sobremesa) margarina

Modo de Preparo:

Coloque a gelatina sem sabor misturada com 5 colheres de sopa de agua gelada. Coloque no microondas por 15 segundos e reserve. Num liquidificador misture o creme de leite, o leite condensado e as sementes de romã, em seguida misture a gelatina. Peneire a mistura. Numa forma de plástico já molhada com água gelada, coloque a mistura. Deixe gelar de um dia para o outro.

Calda de Aceto Balsâmico:

Numa panela misture o aceto, o açúcar, margina e baunilha. Deixe cozinhar mexendo sempre por mais ou menos 10 minutos.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Banquete de Odin

 

Meu amigo Alan, filho de Odin, trouxe seu amigo Amadeu em casa. Pela forma que ele escolheu belamente um vinho Casal Garcia no supermercado, provavelmente é filho de Baco. Mais isso ele descobrirá com tempo. Então fizemos uma receita da união de Baco (banquete) com o jeitão medieval de Odin. Espero que se divirtam com esta receitinha.

Banquete de Odin

Ingredientes:

Pernil suíno de 1,5kg

2 maçãs verdes

Alho em conserva147

Gengibre ralado

Sal grosso

Mel

Vinho Tinto

Bacon

Ervas – tomilho, alecrim, orégano, manjericão, pimenta moída, cravo e canela.

Modo de preparo:

Tempere o pernil com as ervas, o gengibre e o alho em conserva. Coloque-o em uma assadeira revestida de papel alumínio. Despeje por cima o vinho tinto, o mel, depois as maçãs verdes picadas e por último o bacon. Coloque pra assar em fogo baixo (160 a 180 graus) por 3 a 4 horas e está pronto.

Para harmonizar, consiga um vinho tinto seco Casal Garcia.